terça-feira, 5 de abril de 2011

Entrevista com vários gestores ao mesmo tempo? Veja como se comportar

É difícil encontrar um profissional que mantenha a completa calma quando vai fazer uma entrevista de emprego. Nessa hora, entrar na sala e encontrar não um, mas dois ou mais gestores, pode fazer o nervosismo aumentar, atrapalhando o rendimento do profissional no processo e colocando em risco a conquista da vaga. Para o gerente de Relacionamento da Foco Talentos, Gustavo Nascimento, não há motivos para tanto nervosismo nesses casos. “Faz parte do processo”, afirma.

Entrevistas individuais com mais de um gestor, de acordo com o especialista, são cada vez mais comuns nos processos seletivos. E elas acontecem por um único motivo: para reduzir o tempo do processo. Contudo, ainda que não haja motivos para nervosismos extremos, muitas dúvidas surgem sobre como se comportar quando mais de um gestor está de olho em você. “Quando existe uma entrevista desse tipo, um gestor toma conta do processo para não haver muita confusão na hora”, explica Nascimento.

Na hora, dificilmente será indicado expressamente ao candidato que determinada pessoa conduzirá o processo. Mas ele saberá à medida que a conversa vai ocorrendo.

Geralmente é a primeira pessoa a falar ou aquela que apresentará os demais gestores presentes na entrevista.

O que fazer

Entrar na sala de entrevistas e encontrar mais de um entrevistador pode deixar alguns candidatos confusos e gerar dúvidas. A primeira delas pode ser para quem se dirigir primeiro. “Geralmente sempre está presente ao menos uma pessoa com quem o candidato teve contato em etapas anteriores, seja por telefone ou mesmo pessoalmente”, afirma Nascimento.

Então, começar cumprimentando aquele que se conhece é um bom começo. A partir daí, os demais participantes do processo serão devidamente apresentados. Lembre-se de tentar não se atrapalhar com os nomes de quem está na sala. Na hora da apresentação, preste atenção na ocupação do gestor. Isso pode ajudar na hora de esclarecer dúvidas.

Na hora de ouvir as perguntas, mantenha a calma e espere até que o locutor termine de enunciá-las. Pode ser que, nessa hora, algum dos presentes queira fazer algum complemento na questão. E pra quem responder? “O foco que o candidato deve ter é sempre em quem fez a pergunta, mas nunca se deve perder de vista os outros gestores”, afirma Nascimento. Dessa forma, ao responder, o recomendável é dividir os olhares com os demais presentes na sala.

Quando um gestor passa por cima do outro em alguma questão ou mesmo quando eles começam a discordar em determinados pontos das perguntas, espere a resolução do conflito. “Casos como esses não são comuns, mas podem acontecer. A referência deve ser sempre o condutor da entrevista”, afirma o especialista.

E se, no final, o profissional ficar com dúvidas sobre a vaga ou o processo, é preciso atenção ao tentar esclarecê-las. “As perguntas e dúvidas sobre o processo ou sobre aspectos da vaga como salário e benefícios devem ser dirigidas ao condutor da entrevista. Já perguntas sobre a lógica do trabalho devem ser dirigidas ao gestor responsável pela área que está presente”, considera Nascimento.

É nessa hora que os nomes e as responsabilidades de cada gestor devem se manter na memória. Caso haja mais de três ou quatro participantes, não se preocupe, confundir os nomes não o eliminará do processo. Na dúvida, esclareça seus questionamentos com o condutor da entrevista.

Fonte: http://www.administradores.com.br
Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conto com sua participação.Comente.

Postagens Recentes: